Forte explosão em edifício no sul da Ucrânia deixa 19 mortos

Dezenove pessoas morreram em uma forte explosão que destruiu parcialmente um edifício de quatro andares no sul da Ucrânia e outras 10 pessoas estão desaparecidas, segundo o ministério ucraniano de Situações de Emergência.

AFP |

Outras 21 pessoas foram resgatadas pelos bombeiros e a polícia, segundo o porta-voz do ministério, Volodymyr Ivanov.

A explosão aconteceu na quarta-feira à noite em um edifício residencial na cidade de Evpatoria, uma estação balneária às margens do mar Negro, no oeste da península de Criméia, que fica a 600 km de Kiev.

Duas partes do edifício, que, segundo as autoridades, tinha 35 apartamentos, ficaram completamente destruídas.

Apesar de as temperaturas serem levemente superiores ao zero grau, ainda há esperanças de encontrar sobreviventes, informou Ivanov.

Sobre as causas do acidente, as autoridades indicaram, num primeiro momento, que pode se tratar de um vazamento de gás, mas em seguida a primeira-ministra Yulia Timochenko mencionou que a explosão aconteceu por causa de uma bomba de oxigênio.

"Segundo informações preliminares, o sótão do prédio era uma oficina onde eram usados materiais explosivos sem autorização", informou Timochenko.

O presidente da Ucrânia, Viktor Yushchenko, e Timochenko, que se enfrentam no terreno político, chegaram juntos de carro ao local dos fatos e deixaram a Criméia no mesmo avião.

bur-bfi/fp/cn

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG