A temporada de Fórmula 1 inicia neste fim de semana sua passagem anual pela Europa, com a disputa em Montmeló (Barcelona) do Grande Prêmio da Espanha, onde os favoritos tentarão conquistar a vitória em um ano que se apresenta com um prognóstico incerto." /

A temporada de Fórmula 1 inicia neste fim de semana sua passagem anual pela Europa, com a disputa em Montmeló (Barcelona) do Grande Prêmio da Espanha, onde os favoritos tentarão conquistar a vitória em um ano que se apresenta com um prognóstico incerto." /

Fórmula 1 inicia temporada europeia na Espanha marcada pela competitividade

A temporada de Fórmula 1 inicia neste fim de semana sua passagem anual pela Europa, com a disputa em Montmeló (Barcelona) do Grande Prêmio da Espanha, onde os favoritos tentarão conquistar a vitória em um ano que se apresenta com um prognóstico incerto.

AFP |

A temporada de Fórmula 1 inicia neste fim de semana sua passagem anual pela Europa, com a disputa em Montmeló (Barcelona) do Grande Prêmio da Espanha, onde os favoritos tentarão conquistar a vitória em um ano que se apresenta com um prognóstico incerto.

Entre os aspirantes a subir no degrau mais alto do pódio estará o ídolo local, Fernando Alonso (Ferrari), que parece ter voltado à briga pelo título após dois anos decepcionantes com a Renault.

"As primeiras corridas podem ser atípicas com o tempo sempre mudando. Mas na Europa chega a hora de mostrar quem estará na briga pelo título e que equipes podem desenvolver seus carros mais rápido que as rivais", comentou em abril o piloto.

"Sempre disse que (Lewis) Hamilton, (Sebastian) Vettel, (Michael) Schumacher ou Felipe (Massa) podem lutar pelo título. Button não o conquistou (em 2009) por casualidade. E agora lidera o Mundial por seus próprios méritos. Mas se todos merecem respeito, há dois ou três que merecem uma maior atenção minha", acrescentou.

O atual líder, o britânico Jenson Button, que passou da Brawn GP para a McLaren na pré-temporada, mostrou que teve uma boa adaptação à equipe, embora também tenha avisado que precisa ter cautela com sua vantagem na classificação do Mundial.

"Uma vantagem de 10 pontos é como uma de 4 com a classificação de antes (pontuação de temporadas anteriores)", afirmou o vencedor do Grande Prêmio da Espanha de 2009.

"As coisas podem mudar muito após a corrida. Não temos o melhor carro, mas somos os pilotos que conseguiram mais pontos", indicou, esperando poder "competir com a Red Bull" em Montmeló.

Essa mesma Red Bull tem por objetivo esquecer seu mau início de temporada. Sebastian Vettel e Mark Webber, que parecem contar com o carro mais rápido, só conseguiram ganhar uma das quatro primeiras corridas, apesar das quatro "poles".

"Houve muitos altos e baixos", destacou Vettel, quinto no Mundial. "Só temos uma vitória, mas isso é parte do passado. Não podemos fazer nada com isso. Temos que olhar para o futuro. Primeiro para este fim de semana. O que vier depois não tem importância", acrescentou.

O piloto alemão falou sobre a corrida na Espanha e disse esperar que a teórica superioridade da Red Bull se trasnforme em pódio no fim da corrida.

"Espero que nosso carro tenha dado passos maiores que o da Ferrari. E que possamos seguir em frente", disse.

jf/pga/ma

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG