Formação de Governo de unidade centra diálogo palestino no Cairo

Cairo, 12 mar (EFE).- Os dirigentes de 14 facções palestinas, que continuam as reuniões iniciadas há dois dias no Cairo, centraram suas conversas na formação de um Governo de união nacional, afirmaram hoje à Agência Efe fontes palestinas.

EFE |

O líder do partido Iniciativa Nacional Palestina, Mustafá Barghouti, disse que a formação de um novo Governo e a definição de seu programa e seus compromissos "são as prioridades nas reuniões".

"É um assunto crítico, que requer tempo para estudo", disse Barghouti, que faz parte das cinco comissões criadas em 26 de fevereiro para conseguir a reconciliação nacional.

Segundo Barghouti, a reforma da Organização para a Libertação da Palestina (OLP) para que inclua facções como o movimento islâmico Hamas é outro tema "prioritário" nas negociações, que "avançam de uma maneira eficaz".

No entanto, Barghouti denunciou que "não houve avanços" no assunto da libertação dos palestinos detidos por grupos rivais em Gaza e na Cisjordânia, o que "afeta de maneira negativa o diálogo".

As conversas, que acontecem nos escritórios dos serviços de inteligência egípcios, ocorrem em cinco mesas de diálogo e devem terminar antes do fim de mês, segundo o estipulado pelas facções.

As cinco comissões estão divididas por setores: criação de um Governo de união nacional, convocação de novas eleições, reconciliação nacional, reestruturação da OLP e das forças de segurança.

As disputas entre os palestinos aumentaram depois que o Hamas expulsou à força da Faixa de Gaza, em junho de 2007, as forças leais ao presidente da Autoridade Nacional Palestina (ANP), Mahmoud Abbas, líder do Fatah, principal grupo da OLP. EFE hh/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG