Forças paquistanesas matam 26 militantes na região de Mohmand

ISLAMABAD (Reuters) - As forças de segurança paquistanesas, reforçadas por helicópteros e artilharia, mataram 26 combatentes islâmicos da região tribal de Mohmand neste sábado, disse um paramilitar com conhecimento da operação. Muitos militantes se refugiaram em Mohmand após serem expulsos de Bajaur, uma região tribal vizinha que sofreu uma ofensiva das forças de segurança há mais de seis meses.

Reuters |

As forças encurralaram militantes no sábado após permanecerem em confronto durante uma operação de busca na região de Saapri, em Mohmand.

"Vinte e seis militantes foram mortos e muitos ficaram feridos", disse o paramilitar. Não houve confirmação independente.

Analistas de segurança disseram que um ataque suicida em uma mesquita que matou pelo menos 37 pessoas na região vizinha de Khyber na sexta-feira pode ter sido conduzido em retaliação pela operação na província de Mohmand.

As Forças Armadas do Paquistão têm lutado para conter uma insurgência de militantes islâmicos que se espalhou pela região nordeste nos últimos dois anos.

Na sexta-feira, o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, disse que os militantes da al Qaeda e do Taliban têm de ser erradicados das regiões tribais do Paquistão como parte de uma nova estratégia para estabilizar o Afeganistão e reduzir a ameaça de um ataque da al Qaeda no Ocidente.

(Reportagem de Zeeshan Haider)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG