Forças internacionais matam 9 soldados afegãos

Pelo menos nove soldados afegãos morreram e outros quatro ficaram feridos em uma ofensiva aérea das forças de coalizão lideradas pelos Estados Unidos na província de Khost, no nordeste do país, segundo informações das autoridades locais. De acordo com o governador do distrito, um helicóptero teria aberto fogo contra um posto de controle afegão na província.

BBC Brasil |

Segundo ele, os soldados atingidos estavam na área revistando residências em busca de militantes do Talebã.

Em um comunicado, o Exército americano confirmou que seus soldados abriram fogo "por engano" enquanto voltavam de uma operação na região.

"Relatos iniciais dos soldados indicam que este pode ser um caso de confusão de identidades dos dois lados", diz o comunicado.

De acordo com o porta-voz das tropas americanas no Afeganistão, Greg Julian, uma investigação será conduzida para esclarecer o incidente.

"Houve um incidente e nós iremos trabalhar junto com o ministério da Defesa afegão para entender o que aconteceu. Uma investigação conjunta será conduzida para descobrir a verdade sobre o incidente", disse.

A maioria das forças internacionais na província de Khost são soldados americanos.

Mortes militares
Dezenas de civis já foram vítimas de ofensivas aéreas realizadas pelas tropas internacionais no país. No entanto, o correspondente da BBC em Kabul Martin Patience disse que as mortes militares acidentais são mais raras do que as civis.

Recentemente, dois soldados americanos foram mortos a tiros por soldados afegãos, o que causou receio de que militantes do Talebã pudessem ter se infiltrado no Exército do Afeganistão.

Houve uma escalada na violência no Afeganistão neste ano, especialmente por conta dos esforços das forças locais e internacionais em combater a insurgência Talebã no país.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG