Os dois franceses mantidos como reféns desde 2 de setembro por piratas somalis foram libertados sãos e salvos em uma intervenção do Exército francês, que terminou com a morte de um criminoso, anunciou a presidência francesa.

"Um pirata foi morto e seis foram capturados durante a operação, ordenada pelo presidente Nicolas Sarkozy, na noite de segunda-feira", informa um comunicado divulgado pelo Palácio do Eliseu.

"O presidente da República se congratula pelo êxito da operação e felicita os militares que a executaram", acrescenta a nota.

glr-pmg-avz/fp

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.