Forças de segurança matam suposto líder da Al Qaeda no Iêmen

Sana - As forças de segurança do Iêmen mataram um dos supostos líderes do grupo terrorista Al Qaeda no país e prenderam outros quatro, após cercar a casa na qual se encontravam, informou hoje a agência de notícias iemenita Saba.

EFE |

A agência identificou o líder como Abdala al Mihdar, dirigente de uma célula terrorista da Al Qaeda no Iêmen. Ele foi abatido ontem à tarde na zona de Meifaa, na província de Shabua, no sul do país, durante tiroteio com as forças de segurança.

Outros quatro supostos militantes do grupo terrorista foram detidos ontem em outra operação na mesma província.

Nas últimas semanas, as autoridades iemenitas prenderam vários supostos membros da Al Qaeda em diferentes províncias do país, no marco de várias operações de segurança.

O Governo de Sana intensificou recentemente sua campanha contra o grupo terrorista, depois que no dia de Natal um jovem nigeriano supostamente tentou praticar um atentado contra um avião com destino aos EUA, após ter visitado o Iêmen.

Três dias depois, a Al Qaeda, cujas bases na Península Arábica estão no Iêmen, reivindicou o ataque frustrado.

Há dois dias, o chefe do Comando Conjunto Central do Exército dos EUA, General David Petraeus, disse em entrevista à rede de televisão "CNN" que seu país dará mais de US$ 150 milhões em ajuda ao Iêmen, mas que não enviará tropas para combater o terrorismo no país árabe.

Leia mais sobre: Iêmen

    Leia tudo sobre: iêmenterrorismo

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG