Forças de segurança iraquianas matam 5 terroristas e detêm 81 suspeitos

Bagdá, 25 jun (EFE).- Pelo menos cinco supostos terroristas morreram e outras 81 pessoas foram detidas em várias operações de segurança lançadas nas últimas 24 horas pelo Exército iraquiano, pela Polícia e pelas milícias pró-governamentais do Conselho da Salvação.

EFE |

Segundo um comunicado do Ministério da Defesa iraquiano, o Exército lançou operações nas províncias de Salah ad-Din, Diyala e Kirkuk, onde matou cinco supostos terroristas e deteve outros dois.

A nota afirma que, além disso, 53 pessoas foram detidas em Bagdá na campanha de segurança Aplicamos a Lei, imposta desde fevereiro de 2007 na capital e em seus arredores.

Além disso, fontes dos Conselhos de Salvação - milícias sunitas leais ao regime - disseram hoje que seus milicianos, em colaboração com o Exército iraquiano, tinham detido 13 pessoas, 6 delas da organização terrorista Al Qaeda, em uma operação na região ao norte de Bagdá.

A operação levou á apreensão de pelo menos treze caixas que continham dinamite e de diferentes materiais explosivos, que a nota não detalha.

Na província de Al-Nassiriya, 350 quilômetros ao sul de Bagdá, agentes da Polícia detiveram 13 pessoas procuradas pela Justiça.

Esta operação se inscreve em uma campanha mais ampla que busca o desmantelamento de todos os grupos armados "ilegais" nesta província. EFE am/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG