Forças de segurança egípcias detêm 38 membros dos Irmãos Muçulmanos

Cairo, 3 abr (EFE).- As forças de segurança egípcias detiveram hoje 38 membros do grupo islâmico Irmãos Muçulmanos em quatro províncias do Egito, informaram fontes policiais e desta organização ilegalizada.

EFE |

Esta nova onda de detenções foi realizada em coordenação com os serviços secretos egípcios nas quatro províncias.

A operação ocorreu cinco dias antes das eleições municipais, previstas para 8 de abril.

A maioria dos Irmãos Muçulmanos que apresentaram sua documentação para participar do pleito foi rejeitada e inclusive foi impedida de chegar aos centros de inscrição, o que propiciou grandes protestos na terça-feira em nove províncias do Egito, incluindo Cairo, onde 258 ativistas foram detidos.

O grupo islâmico, ilegalizado em 1954, conseguiu 88 das 454 cadeiras do Parlamento, nas eleições parlamentares de 2005, às quais se apresentou com candidatos independentes. EFE nq/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG