Forças de segurança egípcias detêm 26 supostos terroristas

Cairo, 9 jul (EFE).- As forças de segurança egípcias detiveram uma suposta célula terrorista formada por 25 egípcios e um palestino, informou hoje a agência de notícias oficial egípcia Mena.

EFE |

Segundo uma fonte de segurança não identificada, citada pela "Mena", o grupo defendia ideias "takfir", ou seja, consideravam infiel qualquer um que não seguisse sua interpretação do Islã e, portanto, era lícito matá-lo.

Além disso, declaravam-se a favor da jihad (guerra santa).

A agência, que não dá detalhes da operação, nem das datas ou lugares das detenções, acrescenta que as prisõe se enquadram dentro dos contínuos esforços dos aparelhos de segurança para abortar qualquer tentativa das organizações terroristas de atentar no país.

Em 22 de fevereiro, um atentado em um mercado turístico na capital egípcia matou uma turista francesa e deixou 24 feridos. EFE jfu/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG