Forças de segurança descobrem plano de 8 ataques a partir do dia 11 na Argélia

ARGÉLIA - As forças de segurança argelinas frustraram um plano da organização terrorista Al-Qaeda para o Magrebe Islâmico (AQMI) para cometer até oito atentados suicidas a partir de amanhã, 11 de setembro, na província do Oued, no extremo leste do país, informou hoje a imprensa locais.

EFE |

Após deter os 12 integrantes de um comando da AQMI nessa província há uma semana, os serviços de segurança descobriram o plano para realizar esses atentados em poder do chefe do grupo, Aiden Boubakeur.

Os investigadores acharam também uma lista com os nomes das pessoas que deviam cometer os ataques suicidas, entre eles o de uma mulher.

Os atentados tinham como alvo a sede da prefeitura do Oued, o quartel da Gendarmaria, a delegacia de polícia, uma mesquita, um mercado e várias casas de parlamentares.

Na revista do esconderijo dos terroristas, os agentes encontraram também um veículo com armas de diferentes calibres, munição e oito bombas, e um cinturão explosivo prontos para serem utilizados.

Os membros do comando foram colocados à disposição judicial, enquanto continua a busca de outros três terroristas ligados ao grupo.

Leia mais sobre Al-Qaeda

    Leia tudo sobre: al-qaeda

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG