Forças de segurança da ANP detêm comandante do Hamas considerado morto

Ramala (Cisjordânia), 22 dez (EFE) - Forças de segurança da Autoridade Nacional Palestina (ANP) detiveram hoje no distrito de Nablus, na Cisjordânia, um comandante do Hamas, anos depois que o movimento islâmico anunciou sua morte em uma operação israelense.

EFE |

Fontes de segurança palestinas disseram ter detido Rajab Awni Tawfiq Al-Sharif, de 36 anos, em uma "complicada operação cujo planejamento durou dois meses".

Sharif era procurado pelos órgãos de segurança da ANP, e é um destacado comandante do braço armado do Hamas, as Brigadas de Ezedin al-Qassam, que, segundo o movimento islâmico, morreu em 2002 em uma operação israelense na Cisjordânia.

O corpo do militante do Hamas nunca foi encontrado.

A detenção de Sharif ocorreu em meio a uma luta de poder entre o Hamas e o movimento rival Fatah, liderado pelo presidente da ANP, Mahmoud Abbas, que teve seu auge em junho de 2007 quando os islâmicos tomaram o controle da Faixa de Gaza. EFE fn/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG