Forças de Abbas continuam detenções de militantes do Hamas na Cisjordânia

Gaza, 29 jul (EFE).- As forças de segurança leais ao presidente da Autoridade Nacional Palestina (ANP), Mahmoud Abbas, detiveram cerca de 30 militantes do Hamas na Cisjordânia, denunciou hoje o movimento islâmico na Faixa de Gaza.

EFE |

Segundo um comunicado do Hamas, a ANP deteve os simpatizantes do movimento islâmico em várias localidades da Cisjordânia, entre elas Nablus, Ramala e Jenin, após deter nesta segunda-feira 54 pessoas.

Desde sexta-feira passada, as forças de segurança palestinas na Cisjordânia detiveram mais de cem simpatizantes do Hamas, incluindo vários políticos e intelectuais.

Segundo o Hamas, esta é a maior operação de repressão contra o movimento na Cisjordânia desde que os islamitas tomaram, há pouco mais de um ano, o controle da Faixa de Gaza, após expulsar as forças leais a Abbas.

As operações na Cisjordânia ocorrem depois que o Hamas deteve durante o fim de semana em Gaza mais de cem militantes e simpatizantes do movimento nacionalista Fatah, liderado por Abbas e acusado de três atentados na sexta-feira passada que mataram sete pessoas, entre elas uma menina de oito anos.

O Fatah negou a autoria dos atentados, que atribuiu a acertos de contas internos do Hamas e que causaram o aumento da tensão entre os dois movimentos, os mais representativos no povo palestino. EFE sar/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG