Autoridades acreditam que as 72 vítimas foram mortas recentemente

México - Membros das Forças Armadas do México encontraram os corpos de 72 pessoas, 58 homens e 14 mulheres, em um rancho do estado de Tamaulipas, nordeste do país, vítimas de um grupo criminoso, informou uma fonte oficial.

Os corpos foram encontrados na tarde de terça-feira, e as autoridades acreditam que as vítimas foram mortas recentemente. A Secretaria da Marinha informou em comunicado que os corpos foram encontrados depois que soldados mantiveram confronto com uma organização criminosa na comunidade de San Fernando, onde morreram um militar e três membros do grupo.

Após o conflito, os militares encontraram o rancho, onde estavam os 72 corpos, segundo uma fonte oficial informou à agência Efe. A fonte afirmou que as autoridades acreditam que o grupo criminoso que enfrentou os militares assassinou estas pessoas. Não foram dados detalhes sobre a forma com que as vítimas foram mortas.

A operação militar começou segunda-feira, e apenas um menor de idade foi detido. Além disso, foram confiscadas 21 armas longas, 101 munições para armas de fogo de diferentes calibres, quatro coletes à prova de balas, uniformes camuflados, um capacete, quatro caminhonetes, "entre as quais se destaca uma que parece ser clonada, com inscrição da Secretaria de Defesa Nacional", disse o comunicado.

As fontes oficiais assinalaram ainda que "o Governo mexicano continuará informando sobre os fatos assim que as investigações forem avançando" e condenou "categoricamente os atos de barbárie cometidos pelas organizações criminosas".

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.