Força Aérea argentina é condenada após incidente com cachorro em aeroporto

Buenos Aires, 28 out (EFE).- Um tribunal da Argentina condenou a Força Aérea a pagar US$ 300 mil pelos danos em um avião que atropelou um cachorro em um aeroporto do sul do país, informaram hoje fontes judiciais.

EFE |

Os juízes consideraram em sua resolução que a Força Aérea descumpriu com o dever específico de segurança nas operações aeroportuárias, depois que a instituição militar argumentasse que o cachorro não lhe pertencia.

O fato ocorreu há alguns anos, quando uma aeronave da empresa Alas del Sur, que realizava um serviço de transporte de correio, atropelou um cachorro quando estava prestes a decolar no aeroporto de Comodoro Rivadavia, cidade situada a 1.740 quilômetros do sul de Buenos Aires.

Na resolução conhecida hoje, o tribunal avaliou que "entre as tarefas da Força Aérea Argentina está a de proteção dos vôos que se desenvolvem no espaço aéreo da Nação e compreende todas as funções técnicas relacionadas com a provisão dos serviços de trânsito".

Segundo os juíes, entre esses deveres está o de "garantir a ausência de elementos estranhos ou perigosos sobre a pista de aterrissagem, cujo controle depende da torre de vôo, como o movimento terrestre em torno desta". EFE cw/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG