Londres, 9 abr (EFE).- Fontes do departamento antiterrorista da Polícia britânica afirmaram hoje, após a detenção na quarta-feira à noite de 12 suspeitos no noroeste da Inglaterra, que estava sendo planejado um grande atentado a partir dessa região do país.

As fontes, que não foram identificadas, disseram à "BBC" que o ataque que estava sendo preparado, e que supostamente foi frustrado, era iminente e "muito grande".

Doze homens foram detidos ontem - e estão sendo interrogados -, em uma série de operações realizadas dentro de uma ampla operação antiterrorista no noroeste da Inglaterra.

A operação teve que ser antecipada, devido a uma distração do principal responsável de terrorismo da Polícia Metropolitana de Londres, Bob Quick, que foi surpreendido horas antes por fotógrafos com papéis confidenciais sobre o plano policial embaixo do braço ao chegar a Downing Street, residência do primeiro-ministro.

O subcomissário apresentou hoje sua renúncia como responsável de terrorismo, ao reconhecer que seu deslize "poderia ter colocado em risco uma importante operação antiterrorista".

Quick, que tinha se desculpado pelo erro perante seus superiores, será substituído à frente das operações contra o terrorismo pelo subcomissário John Yates. EFE jm/an

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.