Fontes confirmam detenção de responsáveis do Ministério do Interior iraquiano

Bagdá, 18 dez (EFE).- Fontes do Ministério do Interior iraquiano confirmaram hoje à Agência Efe a detenção de vários responsáveis dessa pasta por forças de segurança vinculadas ao primeiro-ministro do Iraque, Nouri al-Maliki.

EFE |

O jornal "The New York Times" informou hoje que até 35 altos funcionários desse ministério tinham sido detidos nos últimos três dias, acusados de querer reconstituir o partido Baath do derrubado e executado Saddam Hussein.

As fontes, que pediram para não ser identificadas, disseram à Efe que "forças especiais" de segurança receberam ordens de Maliki de realizar a detenção de vários altos cargos do Ministério do Interior.

As fontes não deram detalhes sobre o motivo das detenções e o número de detidos.

Segundo o "New York Times", que cita fontes de segurança em Bagdá, alguns dos detidos se encontravam na fase inicial de planejamento de um golpe de Estado.

Em declarações à rede de televisão catariana "Al Jazira", Wafiq Samerrai, ex-conselheiro do presidente iraquiano, Jalal Talabani, e antigo chefe dos serviços de inteligência do regime de Saddam, descartou que os detidos estejam envolvidos no planejamento de um golpe de Estado.

"Um golpe de Estado precisaria agora da aprovação dos Estados Unidos", disse.

O partido Baath foi dissolvido sob o mandato de Paul Bremer, o primeiro administrador civil do Iraque após a derrubada do regime anterior. EFE sy/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG