PEQUIM - O foguete Longa Marcha, com a cápsula Shenzhou VII (nave divina) e seus três astronautas, entre eles o que fará a primeira caminhada espacial de um chinês, decolou nesta quinta-feira do noroeste da China, segundo imagens exibidas pela televisão nacional.

Zhai Zhigang, um coronel da Força Aérea de 42 anos, natural de uma família pobre do nordeste do país, deve realizar, durante a missão de 68 horas, uma caminhada espacial de 40 minutos, transmitida por um satélite. Com isto, ele se transformará em herói nacional.

A saída do astronauta da nave, a uma altitude de 373 km da Terra, deve acontecer na sexta-feira ou mais provavelmente no sábado, segundo a imprensa oficial.


Foguete chinês decola de base no noroeste do país / AP

A missão Shenzhou VII aproximará o programa espacial chinês da meta de construir um pequeno laboratório orbital e posteriormente uma estação. Com uma ambição posterior: levar um chinês à Lua.

A experiência de Zhai no deslocamento e manejo de ferramentas no espaço será fundamental para o avanço rumo aos objetivos.

"Temos confiança, determinação e contamos com a capacidade necessária para executar a primeira caminhada espacial de um chinês", declarou o astronauta.

Potência espacial

Este será o terceiro vôo tripulado chinês. A China se converteu em 2003, com a missão Shenzhou V, no primeiro país a ter colocado em órbita vôos tripulados depois da União Soviética e Estados Unidos.

A Shenzhou VI, realizada dois anos depois, levou dois astronautas ao espaço.

Leia mais sobre China

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.