Fogo próximo a Los Angeles ameaça casas e telecomunicações

LOS ANGELES (Reuters) - A área atingida por um incêndio nas montanhas ao norte de Los Angeles quadruplicou desde sexta-feira, ameaçando torres de telecomunicações e levando à desocupação de residências neste sábado. As autoridades informaram que uma área de cerca de quase 3 mil hectares foram atingidos pelo fogo na Montanha de São Gabriel, próximo ao rico subúrbio de La Canada Flintridge.

Reuters |

Centenas de residências tiveram que ser desocupadas e também uma subdivisão no topo da montanha, próxima a um laboratório da Nasa.

O incêndio começou na quarta-feira à tarde e apenas 5 por cento havia sido contido na manhã de sábado, de acordo com as autoridades de Los Angeles.

Bombeiros tentavam evitar que as chamas atingissem o Monte Wilson, que sedia transmissores de TV e rádio, e também torres que administram serviços de emergência.

"Essa é uma situação muito perigosa em que nos encontramos no momento," disse o Mike Dietrich, chefe do Forest Service dos Estados Unidos. "Nós tivemos um avanço durante a noite para a área de La Canada, que provocou mais desocupações."

Robert Brady, porta-voz do parque Los Angeles National Forest, disse na sexta-feira que poderia levar uma semana para conter as chamas, que foram intensificadas por temperaturas de mais de 37 graus Celsius e tempo seco.

O governador da Califórnia, Arnold Schwarzenegger, declarou estado de emergência na sexta-feira para os municípios de Los Angeles e Monterey devido aos incêndios que atingiram cerca de 5,2 mil hectares).

(Reportagem de Deena Beasley)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG