Fogo deixa milhares de desabrigados na Costa Oeste dos EUA

LOS ANGELES - A névoa e a fumaça prejudicam na sexta-feira o combate ao incêndio que ameaça a localidade californiana de Paradise, onde mais de 10 mil pessoas estão desabrigadas, segundo autoridades. O incêndio é como um gigante adormecido. Não há estimativa quanto à sua contenção, disse a porta-voz municipal Yvette Streeter.

Reuters |

'O fogo é guiado pelo vento, e está muito perigoso para os bombeiros por causa do terreno íngreme. Em muitas áreas, os bombeiros não conseguem ver o fogo por causa da fumaça espessa e das nuvens', acrescentou ela.

Esse é um dos 300 focos de incêndio ainda ativos na Califórnia, muitos deles provocados por raios ocorridos em junho, segundo os bombeiros.

No Condado Butte, onde fica Paradise, os incêndios já destruíram 50 casas e devastaram 19 mil hectares. Outras 3.800 casas do condado estão ameaçadas.

Em todo o Estado, já foram atingidos 30,5 mil hectares, e 20 mil bombeiros estão mobilizados. Canadá, México, Austrália e Nova Zelândia enviaram reforços, assim como a Grécia, retribuindo a ajuda norte-americana quando dos seus incêndios florestais de 2007.

No vizinho Estado de Washington, um incêndio florestal perto de Spokane destruiu 13 casas e obrigou à retirada de 200 pessoas, disseram autoridades na sexta-feira. Não houve feridos. O fogo já atinge 486 hectares na região.

A melhora do clima e dos ventos na sexta-feira ajuda os bombeiros, depois das fortes rajadas de quinta-feira.

Na região central da Califórnia, os bombeiros parecem estar dominando os dois grandes focos de incêndios que já duram mais de duas semanas em meio às belas paisagens de Big Sur e Santa Barbara.

Na maioria das localidades, os moradores foram autorizados a voltar às suas casas, embora orientados a ficarem atentos a mudanças repentinas dos ventos.

Na litorânea Big Sur, 26 casas e 31 outras edificações foram destruídas. No Condado de Santa Barbara, foram 4 edificações queimadas.

As partes norte e central da Califórnia chegaram a ter mais de 1.700 focos de incêndio ativos depois da tempestade com raios de 21 de junho.

Leia mais sobre: incêndios na Califórnia

    Leia tudo sobre: incêndios na califórnia

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG