FMI revisa previsão para cima e projeta crescimento de 4,7% no Brasil

O Fundo Monetário Internacional (FMI) revisou para cima sua previsão de crescimento para a economia mundial neste ano, mas alertou que ainda é cedo para retirar as políticas de apoio, adotadas durante a crise financeira global. Segundo a revisão do seu relatório World Economic Outlook, divulgada nesta terça-feira em Washington, o PIB global deverá crescer 3,9% em 2010, após retração de 0,8% no ano passado.

BBC Brasil |

A previsão anterior, de outubro, era de crescimento de 3,1% em 2010.

Para 2011, a previsão do FMI para a economia global é de crescimento de 4,3%.

"A recuperação mundial está mais forte do que previsto anteriormente, mas está ocorrendo em ritmos diferentes nas regiões", afirma o documento.

Apesar das previsões mais otimistas do que no relatório anterior, o FMI afirma que as políticas de estímulo para reequilibrar a demanda global devem ser mantidas enquanto a recuperação ainda não estiver consolidada.

"Na maioria das economias avançadas, a recuperação deve permanecer vagarosa em relação a padrões anteriores, enquanto em muitas economias emergentes a atividade deve ser relativamente vigorosa, amplamente impulsionada pela demanda interna", diz o FMI.

Brasil
O Fundo também revisou para cima sua previsão de crescimento para a economia brasileira. De acordo com o relatório, o PIB do Brasil deverá crescer de 4,7% em 2010. A previsão anterior era de 3,5%.

Em 2011, a economia brasileira deverá avançar 3,7%, segundo o FMI.

Nos Estados Unidos, a projeção de crescimento é de 2,7% em 2010, também um avanço ante os 1,5% previstos em outubro. Para 2011, a previsão é de 2,4%.

Segundo o relatório, novas medidas nos Estados Unidos para reduzir a taxa de desemprego podem dar um novo ímpeto tanto ao crescimento americano quanto da economia global.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG