FMI reconhece independência do Kosovo

Washington, 15 jul (EFE).- O Fundo Monetário Internacional (FMI) reconheceu hoje a independência do Kosovo e afirmou que analisará o pedido de entrada do país na instituição multilateral em seu devido momento.

EFE |

Em comunicado emitido hoje, o Fundo precisou que recebeu a solicitação do Kosovo no dia 10.

O Kosovo declarou sua independência da Sérvia em fevereiro e, desde então, recebeu o reconhecimento de 43 países, a maioria deles ocidentais.

A Sérvia, que conta com o apoio da Rússia, mantém uma oposição taxativa à independência da ex-província, a qual considera o berço da cultura sérvia.

No comunicado, a entidade financeira declara que "determinou que o Kosovo se separou da Sérvia como um novo Estado independente" e ressalta que a Sérvia "continua como membro do FMI e conserva sua parcela, ativos e obrigações para com a instituição".

Esse é o primeiro apoio à independência que o Kosovo recebe de uma instituição multilateral.

A solicitação de ingresso da ex-província sérvia no FMI será estudada pelo Conselho Executivo, que, por sua vez, apresentará uma recomendação ao Conselho de Governadores, a máxima instância do Fundo, que é formada pelos ministros de economia e os responsáveis dos bancos centrais dos 185 países-membros. EFE mv/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG