Tamanho do texto

Washington, 15 mai (EFE).- O diretor-gerente do Fundo Monetário Internacional (FMI), Dominique Strauss-Kahn, enviou hoje à China as condolências do organismo devido às mortes causadas pelo terremoto que atingiu o sudoeste do país na segunda-feira.

"Em nome do FMI, ofereço minhas profundas condolências ao povo da China, especialmente às famílias afetadas pela terrível perda de vidas e pelos extensos danos causados pelo terremoto ocorrido na província de Sichuan", disse Strauss-Kahn, em comunicado.

O Governo da China informou hoje que 19.509 pessoas morreram por causa do terremoto, mas indicou que o número de vítimas poderia superar os 50 mil. EFE cma/an

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.