Flórida registra 55 casos da gripe

Miami, 11 mai (EFE).- Trinta e dois novos casos de gripe suína foram confirmados na Flórida, o que eleva para 55 o número de pessoas afetadas pelo vírus A (H1N1), informou hoje, em comunicado, o Departamento de Saúde do estado.

EFE |

No total, são dez os casos detectados tanto no condado de Miami-Dade quanto no de Broward, oito em Hillsborough, sete em Lee, três em Pinellas, dois em Orange, Brevard e Sarasota, e um em Osceola, Alachua, Indian River, Marion, Clay, Collier, Lake, Manatee, Seminole, Okeechobee e Duval.

Até hoje, eram 23 os casos confirmados do vírus da gripe suína na Flórida.

O Departamento de Saúde da Flórida indicou que estão analisando outro quatro casos suspeitos de gripe suína: um no condado de Flagler, outro em Palm Beach e mais dois em Okaloosa.

O Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC, em inglês), com sede em Atlanta, informou que o vírus da gripe suína causou três mortos nos EUA, o último deles confirmado no sábado, e um total de 2.532 doentes.

O CDC recomenda que os colégios que permanecem fechados por terem registrado casos da doença entre seus alunos ou professores reabram suas portas.

O estado da Flórida dispõe de meio milhão de remédios antivirais.

O número de casos aumentou nos últimos dias, mas se deve a uma melhora nos exames de detecção, segundo o CDC, que começou a enviar seu novo sistema de diagnóstico ao exterior.

Apesar do nome, a gripe suína não apresenta risco de infecção por ingestão de carne de porco e derivados. EFE emi/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG