Finul pede contenção a Israel e ao Líbano

Beirute, 8 jan (EFE).- As tropas mobilizadas pela ONU dentro da Força Interina das Nações Unidas no Líbano (Finul) entraram em contato com as autoridades de Israel e do Líbano para pedir contenção, após o lançamento de vários foguetes contra o norte israelense e a resposta com disparos de artilharia, informaram fontes oficiais.

EFE |

O contato foi feito pelo general Claudio Graziano, chefe da Finul, mobilizada no sul do Líbano, para evitar um aumento da violência que levou, em 2006, a um conflito armado entre Israel e o Hisbolá.

A porta-voz da Finul, Yasmina Bouziane, confirmou que pelo menos três foguetes foram lançados contra Israel da área de Teir Harfa, a cerca de 3 quilômetros do ponto mais próximo da fronteira.

Israel respondeu com disparos de artilharia, acrescentou a Finul, que insistiu em que as forças da ONU estão cooperando com o Exército libanês e começaram as investigações para saber quem lançou os foguetes.

Também disse que intensificaram as patrulhas para manter a segurança e prevenir a repetição desses atos.

Nenhum grupo assumiu a autoria do lançamento destes foguetes.

Fontes libanesas descartaram o envolvimento do grupo xiita libanês Hisbolá, e as suspeitas se dirigem para grupos radicais palestinos.

EFE ks/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG