Fim do embargo a Cuba não é para amanhã, adverte Summers

Acabar com o embargo americano a Cuba não é uma tarefa para amanhã, apesar da suavização sem precedentes na retórica entre os dois países, advertiu o conselheiro econômico do presidente Barack Obama, Lawrence Summers, em entrevista ao canal NBC.

AFP |

"Isto não é para amanhã, e isto dependerá do que fará Cuba, do que Cuba vai fazer daqui por diante", afirmou o conselheiro, que foi entrevistado em Port of Spain, onde acompanha Obama na Cúpula das Américas.

Obama afirmou no encontro continental que está pronto para o diálogo com Cuba após meio século de crise entre Washington e Havana.

Pouco antes de viajar a Trinidad e Tobago, Obama acabou com as restrições às viagens e às remessas dos cubano-americanos para a ilha.

Mas a Casa Branca reiterou no sábado que agora os anúncios devem partir de Cuba e que Obama espera medidas de reciprocidade, sobretudo em termos de direitos humanos e de libertação de presos políticos.

Leia mais sobre: Cuba

    Leia tudo sobre: cuba

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG