Lola vence prêmio de melhor filme no Festival de Miami - Mundo - iG" /

Filme Lola vence prêmio de melhor filme no Festival de Miami

Miami, 13 mar (EFE).- O filme Lola, do diretor filipino Brillante Mendoza, venceu hoje o prêmio de melhor filme no Festival Internacional de Cinema de Miami.

EFE |

Mendoza dirigiu nove filmes desde 2005. Recebeu o prêmio de melhor diretor no Festival de Cannes por "Kinatay" e, com "Lola", ganhou também o prêmio de melhor filme no Festival Internacional de Dubai.

A cerimônia de entrega dos prêmios também foi marcada hoje pela especial exibição do filme argentino "O Segredo de Seus Olhos", que ganhou este ano o Oscar de Melhor Filme Estrangeiro.

O grande prêmio do júri da categoria Internacional foi para o filme de Brilhante Mendoza, uma co-produção franco-filipina com a atriz Anita Linda como protagonista. A história é sobre duas idosas envolvidas em um caso de roubo e homicídio de seus netos.

O prêmio do público desta categoria foi outorgado ao filme iraniano "No One Knows About Persian Cats", do diretor Bahman Ghobadi.

No filme, Ghobadi apresenta as peripécias e esforços de dois adolescentes iranianos para formar um grupo de música em Teerã que as autoridades do Irã proíbem.

Na competição da categoria de melhor filme ibero-americano, o vencedor foi o mexicano "To the Sea", do diretor Pedro González-Rubio, sobre a história de amor de um pescador mexicano com uma turista italiana.

O júri elogiou a qualidade do filme de González-Rubio e a maneira como ele combinou a narrativa de um documentário com uma história de ficção.

Também na categoria Ibero-Americana, o prêmio do público foi destinado ao filme "Undertow", do diretor Javier Fuentes Leon, em um filme co-produzido por Peru, Colômbia, França e Alemanha.

O popular ator colombiano Manolo Cardona interpreta um dos papéis principais do filme, que conta a história de um pescador atormentado pelo fato de que seu amor secreto é um homem. A paixão homossexual entra em atrito com as rígidas tradições da comunidade onde vive o pescador.

Também na categoria Ibero-Americana, o prêmio de melhor roteiro foi para "The Last Summer of La Boyita", de Julia Solomonoff, uma co-produção da Argentina e da Espanha.

Na categoria de documentários, venceu "Sins of My Father", de Nicolás Entel. A co-produção colombiano-argentina narra a história do filho mais velho do narcotraficante Pablo Escobar, que foge a Buenos Aires para escapar do legado de seu pai.

Uma menção especial do júri na categoria de documentários recebeu o filme "Kawase-san", do diretor Cristian Leighton, na qual se apresenta a figura do diretor de cinema japonês Naomi Kawase.

A 27ª edição do festival termina neste domingo, com a exibição dos últimos filmes. No total, o festival conta com a exibição de 115 produções de 45 países, com cinco estreias mundiais, 22 estreias na América do Norte e 14 nos Estados Unidos.

O festival também prestou homenagem à diretora alemã Margarethe Von Trotta, conhecida por seus filmes "Sheer Madness" (1983), "Rosa Luxemburg" (1986) e "Rosenstrasse" (2003). EFE esc/sa

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG