Nova York, 22 jun (EFE).- A companhia Eastman Kodak anunciou hoje que deixará de fabricar e comercializar o Kodachrome, o primeiro e mais antigo filme em cor a ser vendidos com sucesso e um dos mais valorizados por fotógrafos profissionais.

Com 74 anos de comercialização, o Kodachrome sucumbe ao avanço da fotografia digital e de outro tipo de filmes fotográficos mais modernos, que fizeram cair as vendas destes diapositivos e encarecer o processo de revelação.

"O Kodachrome é um ícone. Foi uma decisão difícil, por sua grande história, mas a maioria dos fotógrafos de hoje aposta em tecnologias mais novas, tanto digitais, como com outro tipo de filmes", explicou hoje a presidente da divisão de filmes de Kodak, Mary Jane Hellyar, em um comunicado.

De acordo com o ritmo atual de vendas, o fabricante calcula que os carretéis de Kodachrome desaparecerão das estantes de todo o mundo antes do fim deste ano. EFE mgl/pd

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.