O primeiro-ministro francês, François Fillon, disse nesta quinta-feira que a socialista Ségolène Royal teve total falta de dignidade ao criticar o presidente Nicolas Sarkozy após a libertação de Ingrid Betancourt.

"Penso que foi uma total falta de dignidade", disse Fillon aos jornalistas, referindo-se ao fato de Ségolène estimar que Sarkozy não teve qualquer participação na libertação de Ingrid Betancourt.

"Ela deveria ouvir (o primeiro secretário do PS) François Hollande, que se comportou mais como um homem de Estado", destacou o primeiro-ministro.

Royal se comportou "como uma criança em um parquinho", alfinetou Fillon.

ben/LR/tt

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.