Filipinas reforça trabalhos de busca por sobreviventes de cheias

De acordo com a Cruz Vermelha, o número de mortos subiu para 652, com 808 pessoas consideradas desaparecidas

iG São Paulo |

Equipes de resgate procuram neste domingo centenas de pessoas consideradas desaparecidas por uma forte chuva causada pela tempestade tropical Washi , que inundou rios e fez com que paredes de água corressem pelo sul das Filipinas enquanto as pessoas dormiam. De acordo com a Cruz Vermelha, o número de mortos subiu neste domingo para 652, com 808 pessoas consideradas desaparecidas.

AP
Residente caminha perto de casas destruídas por chuvas fortes na cidade de Iligan, sul das Filipinas
A secretária-geral da Cruz Vermelha das Filipinas, Gwendolyn Pang, disse que as chuvas deixaram 346 mortos na cidade de Cagayan de Oro e 206 na cidade vizinha de Iligan. Mortes também foram registradas em cinco outras províncias no sul e centro do país.

Na busca por sobreviventes, navios vasculham a costa ao longo da ilha de Mindanao, enquanto soldados fazem buscas em rios. Os trabalhos se concentram em aldeias de Iligan e Cagayan de Oro e contam com a participação de voluntários, soldados e funcionários do Departamento de Defesa Civil.

Segundo autoridades locais, cerca de 100 mil foram afetados pela tempestade tropical e necessitarão de assistência de algum tipo para poder reconstruir suas vidas.

A tempestade tropical Washi, que entrou na madrugada do sábado no arquipélago com fortes vendavais, causou graves inundações no sul das Filipinas por causa das fortes chuvas. As autoridades preveem que o número de mortos aumentará à medida que as operações de busca e resgate na região setentrional da ilha de Mindanao progridam.

Os especialistas das agências internacionais identificam a favelização como o principal fator do grande número de vítimas que os desastres naturais causam nas Filipinas, evidenciando o mal estado das infraestruturas.

O desmatamento incontrolado também favorece as enchentes e deslizamentos de terra, que são frequentes durante a estação chuvosa que no geral começa em maio e termina em novembro.

*Com AP e EFE

    Leia tudo sobre: filipinasinundaçõesenchentestempestade tropicalWashi

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG