Filho de Michael Douglas é condenado a 5 anos de prisão por narcotráfico

Nova York, 20 abr (EFE).- Cameron Douglas, filho e neto dos conhecidos atores Michael e Kirk Douglas, foi condenado hoje a cinco anos de prisão por delitos relacionados ao tráfico de drogas pelos quais tinha se declarado culpado.

EFE |

Cameron, 31 anos, foi ao tribunal acompanhado pelo pai e pela mãe Diandra de Morrell Douglas. Ele também foi sentenciado a cinco anos de liberdade vigiada assim que tiver concluído a primeira pena.

O filho de Michael Douglas está preso desde julho quando foi detido em um conhecido hotel de Nova York com uma quantidade igual ou superior a 500 gramas de "cristal", a forma mais pura de metanfetamina.

O juiz responsável, Richard Berman, explicou que, apesar da sentença recomendada em casos de tráfico ser de dez anos, optou por uma pena menor depois que Douglas aceitou colaborar com a Justiça.

Durante a leitura da sentença o juiz disse que recebeu quase 40 cartas que amigos e familiares de Cameron Douglas tinham lhe enviado pedindo clemência. No entanto, disse que nenhum dos textos falava do dano que as drogas causam ao conjunto da sociedade.

Michael Douglas mandou uma carta manuscrita ao juiz em que trata de explicar a atuação de seu filho recorrendo aos antecedentes de abusos de substâncias presentes em sua família, assim como o peso da fama e o fato dele ser fruto de "um casamento fracassado".

"Amo a meu filho, mas não estou cego perante seus atos. Não quero que isso o destroce", assegurou o ator na carta, em que fala também de uma infância privilegiada, mas difícil, com um histórico familiar de toxicomania e alcoolismo e uma vida eclipsada por uma saga de grandes estrelas.

Kirk Douglas e a atriz Catherine Zeta-Jones também enviaram cartas ao juiz para pedir que ele não condenasse o neto e enteado, respectivamente, e que ordenasse seu ingresso em um centro de desintoxicação.

No dia 16 de março a namorada de Cameron foi solta após passar sete meses na prisão após ser descoberta levando heroína em 19 pequenas bolsas que escondeu no interior de uma escova dental elétrica para entregá-las ao namorado que estava sob prisão domiciliar. EFE dvg/pb

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG