Filho de líder opositor iraniano diz que esforços democráticos não cessam

O filho do dirigente da oposição iraniana Ebrahim Yazdi declarou nesta terça que a recente detenção de seu pai não paralisará os esforços pela democracia em seu país.

AFP |

"Continuamos como antes", disse Youseph Yazdi em entrevista à Rádio Nacional Pública, a partir de sua casa em Nova Jersey.

"O governo está usando as ferramentas do temor e da intimidação, mas a chave é não deixar que isso freie o ritmo", acrescentou Yazdi, assinalando que soube da detenção através de um vizinho de seu pai.

"Foi detido junto a outras centenas (...) Levantaram-no às três da manhã. Deixou as chaves com os vizinhos e disse: 'Estão me levando'"

Ebrahim Yazdi, secretário-geral do Movimento pela Liberdade do Irã, foi primeiro-ministro no começo da Revolução Islâmica de 1979. Foi detido em sua casa na madrugada de segunda-feira, segundo o site Rahesabz.

O jovem Yazdi, professor universitário nos Estados Unidos, disse que seu pai se dedica à instauração da democracia no Irã.

sg/ksh/sd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG