O filho do dirigente líbio Muammar Kadafi foi detido pela polícia suíça por agredir duas empregadas domésticas nesta terça-feira em Genebra, tendo sido libertado logo depois do pagamento de uma fiança de meio milhão de francos suíços (312.500 euros), anunciou um de seus advogados.

Hannibal Kadafi, de 32 anos, e sua mulher haviam sido detidos na terça-feira no hotel Président Wilson, de cinco estrelas, depois da denúncia de duas trabalhadoras do hotel.

Segundo o jornal suíço Le Matin, o quarto filho do dirigente líbio Muammar Kadafi foi acusado de lesões corporais simples, de ameaças e coação.

Dois seguranças que se opuseram às forças da ordem também foram detidos.

Paul Gully-Hart, o advogado do casal, informou à agência de notícias suíça ATS que 200.000 francos suíços foram pagos de fiança para a libertação de Hannibal Kadafi e 300.000 francos por sua esposa, acusada de fatos mais graves.

bar/wtf/sd

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.