Filho de Gérard Depardieu morre, aos 37 anos, vítima de pneumonia

Paris, 13 out (EFE).- O ator Guillaume Depardieu, filho de Gérard Depardieu, morreu hoje, aos 37 anos de idade, vítima de uma pneumonia, informou a imprensa francesa.

EFE |

O intérprete de títulos como "Todas as manhãs do mundo" e "Meu Pai, Meu Filho" morreu no hospital de Garches, nos arredores de Paris.

Criado à sombra de seu pai, com quem tinha relações turbulentas, o jovem Guillaume construiu uma carreira cinematográfica de 20 filmes.

O último deles, "Versalhes", de Pierre Schoeller, ainda irá estrear nos cinemas franceses, após ter passado pelo Festival de Cannes, assim como "Na Guerra", de Bertrand Bonello, no qual também trabalhou.

Em 1996, recebeu o prêmio Cesar do cinema francês de melhor ator revelação por seu trabalho em "Les Apprentis", de Pierre Salvadori.

Rebelde em sua juventude, Guillaume se rendeu a vícios como bebidas e drogas, o que lhe rendeu algumas passagens pela prisão.

Há quatro anos, o filho do também ator Gérard Depardieu teve que amputar uma perna devido à infecção que contraiu na sala de cirurgia, após as operações a que teve que ser submetido por causa de um acidente de moto.

Guillaume nunca escondeu as difíceis relações que mantinha com o pai. Até 1991 os dois não atuaram juntos, o que só foi ocorrer em "Todas as Manhãs do Mundo", de Alain Corneau, e em algumas séries para a televisão. EFE lmpg/ab/plc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG