Filho de alto líder político preso na China é condenado

Xangai (China), 4 ago (EFE).- Chen Weili, filho do líder político de mais alto nível condenado por corrupção na China desde 1995, foi sentenciado a três anos de prisão por sua participação no escândalo das pensões de Xangai, embora a pena tenha sido comutada por quatro anos de liberdade condicional, informou hoje a imprensa local.

EFE |

Um tribunal de Tianjin concedeu a liberdade condicional a Chen Weili por sua "boa atitude", e por "admitir seus erros" como cúmplice de seu pai, Chen Liangyu, ex-secretário-geral do Partido Comunista da China (PCCh) de Xangai, máxima autoridade da cidade.

Liangyu foi condenado a 18 anos de prisão pelo desvio de 3,2 bilhões de iuanes (US$ 408 milhões) do fundo de pensões de Xangai para projetos imobiliários e de infra-estrutura.

Chen Liangyu pediu ao presidente do clube de futebol Shenhua, Yu Zhifei, que desse um posto de responsabilidade a seu filho, que foi nomeado subdiretor-geral, cargo pelo qual recebeu 352 mil iuanes (US$ 51.379), embora nunca tenha chegado a trabalhar.

Segundo o advogado de Chen Liangyu, Gao Zicheng, seu cliente colaborou com a Polícia e as autoridades durante seu próprio julgamento para que seu filho não fosse condenado.

Gao também assinalou que Liangyu considera o castigo a seu filho "apropriado", embora tenha assegurado que nunca tentou ganhar dinheiro do clube de futebol por meio de seu filho.

Yu, que também foi diretor do Circuito de Xangai, onde é disputado o Grande Prêmio de Fórmula 1, foi condenado a quatro anos de prisão por cobrar ilegalmente US$ 110 mil como comissões por serviços de consultoria em 1997, e por justificar de forma fraudulenta outros US$ 34 mil como despesas em publicidade em 1999.

O escândalo das pensões de Xangai é o maior caso de corrupção ocorrido na China nos últimos 10 anos, já que Chen Liangyu era um dos políticos que poderiam ter ocupado a Presidência da China em 2012. EFE trr/gs

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG