Paris, 8 ago (EFE).- A filha do presidente mauritano, Sidi Mohammed Ould Cheikh Abdallahi, confirmou por telefone em Nuakchott à rádio francesa Radio France International (RFI) que seu pai está detido no edifício da Guarda Presidencial.

Amal Mint Cheikh Abdallahi, filha do presidente, disse que é "um golpe de estado puro e duro".

"Não podemos sair do palácio presidencial. O posto telefônico foi cortado, o que quer dizer que não podemos iniciar comunicações", afirma Amal, segundo a gravação divulgada pela "RFI" em seu site. A emissora não explica como estabeleceu o contato.

Pouco antes de sua detenção, esta manhã, o presidente mauritano tinha destituído todos os responsáveis militares do país, segundo a emissora francesa. EFE jms/an

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.