Danone coloca coleção de arte do pai em leilão - Mundo - iG" /

Filha do fundador da Danone coloca coleção de arte do pai em leilão

Paris, 19 mar (EFE).- A coleção de arte do fundador da empresa Danone na França, Daniel Carasso (1905-2009), foi hoje a leilão em Paris e conta com obras de Claude Monet, Pierre-Auguste Renoir e Fernand Leger, entre outros artistas.

EFE |

Entre as principais peças à venda destacam-se o quadro "Nature morte sur fond jaune" (1939) de Fernand Leger, que pode chegar a um milhão de euros, segundo a casa de leilões Piasa.

Também estão em leilão o óleo "Étude de Joncs" (1876), de Monet, avaliado em mais de 500 mil euros e "Femme en rose dans un paysage" (1918-1919), de Auguste Renoir, que pode chegar a 400 mil euros.

Além disso, os amantes da arte poderão fazer lances por obras de Maurice Utrillo, Albert Marquet, Pierre-August Rodin e Alfred Sisley, e esculturas como "Nymphe aux fleurs", de Aristide Maillol cujo valor é estimado entre 250 e o 350 mil euros.

Outro dos lotes mais cobiçados é "Le Roi Guerrier", de Joan Miró, com um valor que chega aos 300 mil euros, segundo as estimativas do perito taxador da Piasa, que efetua sua venda em Drouot.

A filha de Daniel, Marina Carasso, leiloará igualmente a mobília do século XVIII e Art Déco, que pode chegar a seis milhões de euros.

Cerâmicas chinesas, arte asiática, peças da antiga Grécia e porcelana francesa também fazem parte do legado do colecionador.

Daniel Carasso faleceu no dia 17 de maio aos 103 anos. O conjunto em leilão está separado em 111 lotes e foi iniciado pelo pai de Daniel, Isaac Carasso.

Isaac criou a célebre marca de produtos lácteos no bairro do Raval, em Barcelona, e a batizou com o apelido que tinha dado ao filho, "Danone".

Daniel Carasso levou a marca à França, sede central da empresa atualmente, aos 25 anos. A companhia cresceu e hoje administra muitas outras empresas do setor alimentício. EFE vm/pb

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG