Filha de Fujomori perde espaço em corrida presidencial--pesquisa

LIMA (Reuters) - A corrida para a eleição presidencial de 2011 no Peru ficou mais acirrada depois que a filha do ex-presidente Alberto Fujimori caiu para a segunda posição nas intenções de voto e deu lugar na preferência dos eleitores ao atual prefeito de Lima, mostrou uma pesquisa nesta segunda-feira. Luis Castañeda, prefeito da capital do Peru, cidade que possui a maior praça eleitoral do país, avançou ao primeiro lugar com 21 por cento das preferências e deixou Keiko Fujimori para trás com uma pequena margem, segundo a pesquisa da empresa Ipsos Apoyo Opinión y Mercado.

Reuters |

A deputada Keiko Fujimori, cujo pai foi condenado a 25 anos de prisão por abusos aos direitos humanos, liderou as pesquisas eleitorais por vários meses.

Os números mostram praticamente um empate técnico se considerada a margem de erro de 3,1 por cento da pesquisa, realizada com mil pessoas entre 16 e 18 de setembro em 15 cidades do país.

A pesquisa, divulgada pelo jornal El Comercio, revelou que se mantém em terceiro lugar o nacionalista e opositor esquerdista mais destacado do país, Ollanta Humala, com 13 por cento.

Esses resultados evidenciam que "o eleitorado nacional está bastante fragmentado e ainda não há candidato que avance com clareza sobre os demais", disse o diretor da Ipsos Apoyo Opinión y Mercado, Alfredo Torres.

A pesquisa mostrou que estão mais atrás nas intenções de voto o ex-mandatário Alejandro Toledo, com 10 por cento, e a conservadora e ex-candidata presidencial Lourdes Flores, com 9 por cento.

(Reportagem de Marco Aquino)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG