Publicidade
Publicidade - Super banner
Mundo
enhanced by Google
 

Filha de Fujimori afirma que seu pai sofre uma lesão pré-cancerosa

Lima, 20 mai (EFE).- O ex-presidente peruano Alberto Fujimori sofre de uma lesão na boca conhecida como leucoplasia, que o obrigará a se submeter a uma biópsia para descartar um possível câncer, afirmou hoje sua filha, a congressista Keiko Fujimori.

EFE |

A leucoplasia é uma lesão que pode se tornar cancerosa que aparece na língua ou na parte interna da bochecha como resposta a uma irritação crônica.

A legisladora declarou à emissora "Radioprogramas" que seu pai começou a percebê-la há três semanas em uma região que já havia sofrido intervenção há dez anos.

"Isso preocupou a nossa família porque foi no mesmo lugar no qual teve uma intervenção cirúrgica há dez anos. Devido a essa circunstância, nós procuramos os médicos que o trataram naquela época e eles confirmaram que meu pai tem leucoplasia, que é uma lesão pré-cancerosa", explicou.

Keiko Fujimori pediu ao líder do Peru, Alan García, que permita que seu pai seja processado em um regime ordinário (fora de prisão) para que possa recuperar sua saúde, que "está se deteriorando", disse.

"O que pedimos é que enfrente este processo em condições justas.

Eu não estou pedindo nenhum favor, só peço justiça", assegurou em referência ao julgamento por violações aos direitos humanos que ocorre desde dezembro passado.

Sobre isto, o chefe do Instituto de Medicina Legal (IML), Luis Bromley, comentou que a "lesão milimétrica" apresentada na boca de Fujimori não justifica suspender seu julgamento nem mudar seu regime penitenciário, porque "não o incapacita".

Fujimori é julgado por sua suposta responsabilidade nos massacres cometidos pelo grupo militar Colina e caso seja declarado culpado, teria que cumprir uma pena de 35 anos de prisão. EFE dub/bm/fb

Leia tudo sobre: iG

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG