Filha de ex-presidente iraniano detida em Teerã é libertada

Segundo agência, Faezeh Hashemi "gritava slogans provocadores" para incitar as pessoas a se manifestarem

AFP |

Faezeh Hashemi, filha do ex-presidente iraniano Akbar Hashemi Rafsanyani, detida na tarde deste domingo no centro de Teerã quando "gritava slogans provocadores" para incitar as pessoas a se manifestarem, já foi liberada, anunciou a agência FARS.

"Há alguns minutos, Faezeh Hashemi foi libertada depois de afirmar que havia ido (ao local das manifestações) para comprar roupas", indicou a FARS.

"Da última vez que foi detida (em um protesto da oposição), afirmou que havia saído para comprar um doce", acrescentou a agência. Pouco antes, a agência oficial ISNA havia anunciado a prisão de Hashemi.

"Faezeh Hashemi foi identificada e detida pela polícia na avenida Vali Asr quando gritava slogans provocadores para criar distúrbios", indicara a IRNA.

A agência explicou que Hashemi participou "em várias ocasiões de manifestações ilegais" durante os distúrbios de junho de 2009, após a polêmica reeleição do presidente Mahmud Ahmadinejad.

A FARS, por sua vez, chegou a afirmar que a filha do ex-presidente "dirigia um grupo de contra-revolucionários e agitadores" quando foi presa.

    Leia tudo sobre: Irãpolíticamanifestações

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG