Filha de chefe da Camorra acusada de matar jovem no Ano Novo se entrega

Roma, 3 jan (EFE).- Manuela Terracciano, de 23 anos, filha do conhecido chefe da Camorra Salvatore Terracciano, entregou-se hoje à Polícia, que a acusa de matar um jovem em Nápoles, no sul da Itália, ao dar um tiro para o ar durante as comemorações de Ano Novo.

EFE |

A jovem, que estava foragida desde quinta-feira, 1º de janeiro, quando a Justiça emitiu mandado de prisão contra ela, apresentou-se acompanhada por seu advogado na prisão de Santa Maria Capua Vetere, na cidade vizinha de Caserta.

Segundo testemunhas, Manuela Terracciano disparou para o ar e uma das balas bateu na cabeça de Nicola Scarpa, de 24 anos, que estava na varanda de sua casa no chamado "bairro espanhol" de Nápoles.

Segundo a imprensa local, a jovem, que não tinha antecedentes penais, vinha se escondendo com a ajuda da família.

Seu pai, Salvatore Terracciano, encontra-se preso atualmente por tráfico de drogas e extorsão. EFE ccg/jp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG