Filha de Che Guevara se reuniu com o número dois do Hezbollah

Aleida Guevara foi recebida pelo xeque Naim Kassem para discutir "resistência dos povos" diante da "opressão"

AFP |

A filha do revolucionário argentino-cubano Ernesto Che Guevara, atualmente no Líbano, se reuniu neste domingo com o número dois do Hezbollah, informou o grupo em um comunicado.

Aleida Guevara, a filha mais velha do revolucionário, foi recebida pelo xeque Naim Kassem, com quem discutiu "a importância da resistência dos povos ante a ocupação e a da solidariedade entre os oprimidos do mundo", segundo o comunicado do Hezbollah, que preconiza a luta armada contra Israel.

"A cooperação entre quem aspira à liberdade no mundo basta para fazer cair as potências arrogantes", afirmou o xeque Kassem, em referência aos Estados Unidos, que classifica seu partido como organização terrorista.

Na sexta-feira, Aleida Guevara, de 49 anos, que se define como marxista como seu pai, visitou a cidade portuária de Tiro, onde um chefe local do Hezbollah a presenteou com um quadro de Che e Mughniyeh, dirigente militar do Hezbollah procurado pela Interpol e Washington, antes de ser assassinado em 2008.

"Não sou árabe, mas respeito a vida das pessoas e estou orgulhosa da coragem dos povos (...) Estou muito contente, já que sinto a presença de meu pai aqui", declarou Aleida, segundo a tradução em árabe.

Essa reunião aconteceu durante uma campanha pela libertação de cinco cubanos presos nos Estados Unidos por espionagem.

    Leia tudo sobre: HezbollahAleida Guevara

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG