Fifa pede que Egito garanta por escrito segurança de time da Argélia

A Fifa pediu nesta sexta-feira que o Egito forneça garantias por escrito sobre a segurança da equipe de futebol da Argélia para o jogo deste sábado, válido pelas eliminatórias da Copa do Mundo. A federação argelina afirmou que o ônibus da equipe foi atacado no Cairo e quatro atletas ficaram feridos após torcedores egípcios arremessarem pedras que quebraram janelas do veículo.

BBC Brasil |

O ministério do Interior egípcio afirmou que adotou fortes medidas de segurança para prevenir a violência durante a partida.

Mas a polícia egípcia afirmou que foram os próprios jogadores argelinos que quebraram as janelas do ônibus, revoltados com as manifestações verbais da torcida.

A imprensa do Egito chegou a afirmar que todo o incidente seria uma "fabricação" da equipe da Argélia.

Se o Egito vencer por 2 a 0, as equipes devem se enfrentar em outra partida eliminatória na próxima quarta-feira, no Sudão.

Em 1989, os dois times disputaram um playoff valendo uma vaga para o Mundial da Itália. Na época, o Egito conquistou a vaga.

Se a Argélia, que pode perder por até um gol de diferença, classificar-se, disputará sua primeira Copa do Mundo desde 1986.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG