Fiéis passarão a se ajoelhar para receber comunhão do papa

Cidade do Vaticano, 25 jun (EFE).- O papa distribuirá a comunhão diretamente na boca dos fiéis, que deverão estar de joelhos como forma de aumentar a devoção e o mistério, informou hoje o mestre de celebrações litúrgicas do Vaticano, Guido Marini.

EFE |

"Acho que será assim. Não se pode esquecer que a distribuição da comunhão na mão ainda é do ponto de vista jurídico uma dispensa à lei universal concedida pela Santa Sé a aquelas conferências episcopais que o pediram", declarou Marini em entrevista que publica hoje o jornal "L'Osservatore Romano".

Marini recordou que Bento XVI já havia distribuído a comunhão desta forma sua recente visita às cidades italianas de Brindisi e Santa Maria di Leuca.

Segundo o mestre de celebrações litúrgicas do Vaticano, a modalidade adotada por Bento XVI tende a ressaltar a vigência da norma "válida em toda a Igreja".

Com a distribuição da Comunhão na boca, acrescentou, se tenta ressaltar "a presença real na Eucaristia, ajuda-se a devoção dos fiéis e se introduz com mais facilidade o sentido de mistério, aspectos que neste tempo é urgente recuperar". EFE jl/fal

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG