Sessenta e cinco pessoas foram hospitalizadas por causa de uma intoxicação com dionóxido de carbono em uma igreja de Phalempin, norte da França.

Entre os hospitalizados, há 16 crianças do coro infantil que se apresentava ante a congregação.

O incidente ocorreu na noite de segunda-feira, quando os primeiros fiéis começaram a apresentar sintomas de mal-estar como dores de cabeça e vômitos.

A intoxicação se deu por causa de um defeito no sistema de calefação da igreja, segundo a prefeitura local.

Primeira causa de mortandade acidental por intoxicação, o dióxido de carbono é um gás asfixiante, invisível e inodoro, e origina todos os anos na França cerca de 6.000 intoxicações e 300 mortes.

ngu/cn

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.