democracia capitalista e diz que Obama mente - Mundo - iG" /

Fidel rejeita democracia capitalista e diz que Obama mente

O líder cubano Fidel Castro acusou nesta quarta-feira o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, de mentir para justificar a manutenção da política de Washington em relação à Cuba, e descartou a introdução de uma democracia capitalista na Ilha.

AFP |

"Nós entenderíamos melhor as limitações reais que o novo presidente dos Estados Unidos tem para introduzir mudanças na política de seu país em relação a nossa pátria se ele não utilizasse a mentira para justificar suas ações", disse Castro em um artigo publicado no site oficial Cubadebate.com.

O ex-presidente cubano criticou Obama por manter o embargo imposto a Cuba em 1962 e por prosseguir com as políticas de seu antecessor, George W. Bush, a exemplo da rádio e da televisão que transmitem mensagens anticastristas à Ilha.

"Devemos aceitar o direito dos Estados Unidos de manter o bloqueio durante um período geológico até trazer a democracia capitalista a Cuba?, - ironizou o líder comunista.

Fidel Castro destacou que "o bloqueio sequer foi mencionado" na declaração final da recente Cúpula das Américas, em Trinidad e Tobago, que não foi firmada, especialmente, pela divergência em torno de Cuba, pois os presidentes latino-americanos pediam uma referência contra o embargo.

O líder cubano assinalou que seu aliado, o presidente nicaraguense, Daniel Ortega, com quem se reuniu na véspera, lhe contou que Obama "circulava por todas as partes para obter apoio das pessoas e influenciá-las, sugestionando-as com seu poder e seus agrados", durante a Cúpula.

"Não pedimos a democracia capitalista na qual você se formou e na qual, sinceramente e com todo o direito, acredita. Também não pretendemos exportar nosso sistema político aos Estados Unidos", diz Fidel a Obama no artigo "A Cúpula e a Mentira".

mis/LR

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG