Fidel diz que está feliz com libertação de Betancourt

Havana, 3 jul (EFE).- O ex-presidente cubano Fidel Castro afirmou que está feliz com a notícia do resgate na quarta-feira da ex-candidata presidencial Ingrid Betancourt e de outros 14 seqüestrados pelas Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc).

EFE |

"Por um elementar sentimento de humanidade, ficamos felizes com a notícia de que Ingrid Betancourt, três americanos e outros reféns tenham sido libertados", disse Fidel em artigo publicado hoje no site "Cubadebate".

"Civis nunca deveriam ser seqüestrados, e militares não deveriam ser mantidos como prisioneiros na selva. Estes são atos objetivamente cruéis", acrescentou líder da revolução.

Fidel Castro, que abandonou em fevereiro passado o poder depois de quase meio século, afirmou que "nenhum propósito revolucionário poderia justificar esses seqüestros".

O ex-presidente acusou ainda os Estados Unidos de tentarem "explorar" a libertação dos seqüestrados.

"Observamos com preocupação como o imperialismo tenta explorar o ocorrido na Colômbia para esconder e justificar seus horrendos crimes de genocídio contra outros povos", assinalou.

O Exército da Colômbia resgatou na quarta-feira Betancourt, os americanos Thomas Howes, Keith Stansell e Marc Gonsalves e onze policiais e militares colombianos.

Nessa operação foram detidos dois dos guerrilheiros das Farc que mantinham o grupo de seqüestrados. EFE jlp/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG