Fidel diz estar bem, mas pede que Cuba siga de forma independente

Havana - O líder cubano Fidel Castro afirmou hoje que está bem de saúde, mas que os dirigentes do país devem continuar trabalhando independentemente de um eventual agravamento de sua situação, conforme escreve em um novo artigo na coluna Reflexões.

EFE |

"Eu estou bem, mas insisto, nenhum deles (os dirigentes do partido e do Estado) devem se sentir comprometidos com minhas eventuais 'Reflexões', a gravidade de minha saúde ou minha morte", disse Fidel, em artigo publicado hoje no site "Cuba Debate".

No segundo texto que escreveu em dois dias, após cinco semanas de silêncio, o ex-presidente disse que reduziu seus artigos para não interferir nem perturbar os companheiros do partido e do Estado nas decisões importantes que devem tomar.

Leia mais sobre: Fidel Castro

    Leia tudo sobre: fidel castro

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG