HAVANA - O convalescente líder cubano Fidel Castro se reuniu durante mais de duas horas com o presidente da Venezuela, Hugo Chávez, segundo artigo publicado neste sábado pela imprensa cubana, sobre os preparativos para a Cúpula das Américas, em Trinidad e Tobago, na próxima semana.

 Chávez, principal aliado político e econômico de Cuba, desembarcou em Havana na madrugada de sexta-feira, após um giro pela Ásia. O encontro entre ambos os líderes aconteceu na sexta-feira à tarde, mas não foi imediatamente divulgado.

"Às 15h55 Chávez chegou (...) Entre os temas de nossa reunião, que durou duas horas e 50 minutos, abordamos muitos assuntos", escreveu Castro em artigo publicado no site oficial Cubadebate (www.cubadebate.cu) e reproduzido no sábado pela imprensa estatal.

Mídias locais disseram na sexta-feira que Chávez viajou a Havana para preparar, em conjunto com os líderes cubanos, uma reunião dos membros da Alternativa Bolivariana para as Américas (ALBA), que acontece um dia antes da Cúpula das Américas, de 17 a 19 de abril.

"Pediu dados sobre a Cúpula de Trinidad e Tobago e a posição de Daniel (Ortega) que, junto a Cristina (Kirchner), discursará na inauguração da mesma", explicou Castro no artigo, referindo-se aos presidentes da Nicarágua e da Argentina, respectivamente.

Chávez e outros líderes da América Latina e do Caribe afirmaram que aproveitarão a Cúpula das Américas, que reunirá mais de 30 líderes da região além do presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, para pedir a retirada do embargo econômico norte-americano de 47 anos contra Cuba.

Mas os Estados Unidos, que enfrentam um clamor regional de pedidos para que normalize seus vínculos com Cuba, não quer que o tema espinhoso domine a reunião em Trinidad e Tobago, na qual a ilha não estará representada.

Leia mais sobre Fidel Castro

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.