Fidel Castro: EUA buscam liquidar Chávez e controlar a América Latina

O líder cubano, Fidel Castro, afirmou nesta quinta-feira que os Estados Unidos buscam liquidar o governo venezuelano de Hugo Chávez e manter a América Latina sob seu alcance em questão de horas através do acordo que autoriza os americanos a usar bases militares na Colômbia.

AFP |

"O único propósito dos Estados Unidos com essas bases é pôr a América Latina ao alcance de suas tropas em questão de horas", afirmou Castro em artigo publicado no site governista Cubadebate.cu.

O ex-presidente, de 83 anos, destacou que o "objetivo mais imediato" do plano é "liquidar o processo revolucionário" de Chávez e "assegurar o controle do petróleo e de outros recursos naturais da Venezuela".

Castro, que passou o comando da nação a seu irmão Raúl há três anos devido a uma doença, disse que não dirige sua coluna aos governos mas aos povos da América Latina, na véspera da cúpula da União das Nações Sul-Americanas (Unasul), que abordará o tema espinhoso na cidade argentina de Bariloche.

"A entrega de território para o estabelecimento de sete bases militares dos Estados Unidos na Colômbia ameaça diretamente a soberania e a integridade dos demais povos do Sul e da América Central com as que nossos próceres sonharam criar a grande pátria latino-americana", destacou.

mis/rs/sd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG